Assessor de imprensa: entenda o que faz e qual a relação com a mídia

Área é essencial para um bom relacionamento com veículos de informação, e consequentemente, geração de valor para marcas e empresas. 

Texto por Caio Coutinho

Você provavelmente já reparou que veículos de informação, como canais de televisão, rádio, internet e outros divulgam informações sobre empresas, certo? Talvez a divulgação de um curso, uma oportunidade de emprego ou a inauguração de uma nova loja? 

Muitas dessas informações partem do/da profissional de assessoria de imprensa. Essa pessoa é responsável por criar a relação entre a empresa em que trabalha e a mídia externa. Mais do que produtos, as marcas hoje em dia têm como objetivo gerar valor. E isso pode vir por meio de diferentes tipos de conteúdo.

Em casos de crise, um assessor de imprensa também é fundamental no gerenciamento da imagem da empresa envolvida.

Para nos aprofundarmos nesta discussão, entenda neste post: o que faz um assessor de imprensa, qual a área de atuação e como é feita a relação com a mídia.

O que é a assessoria de imprensa? 

A assessoria de imprensa de uma empresa, marca ou instituição é formada por jornalistas ou um profissional de relações públicas. 

O assessor de imprensa é aquele que lida com as informações internas nesse ambiente de trabalho. Todo o processo de contato com repórteres e veículos de comunicação em geral, como rádio, televisão, impresso e outros meios digitais, passa por ele.

O assessor precisa estar por dentro de atividades, eventos e projetos da empresa. E também conhecer muito bem a visão e os valores dessa corporação. Conhecendo muito bem a empresa para qual trabalha, o profissional vai elaborar releases e sugerir pautas que tenham potencial de se transformar em notícia na mídia. Como citado anteriormente, as pautas podem ter diversas características.

Observe um exemplo: na Fábrica de Comunicação, realizamos a assessoria de imprensa para empresas que atuam na área ambiental, onde é recorrente a oferta de cursos de capacitação ou outras oportunidades. Aqui, o profissional da assessoria entra para conseguir emplacar uma dessas notícias na mídia. Seja sobre o curso em si, seja sobre o valor gerado a partir dessas oportunidades. 

A relação de um assessor com a mídia externa

Ter uma boa relação com a mídia externa é, antes de mais nada, uma forma de espalhar sementes para colher, futuramente, a veiculação de suas pautas como mídia espontânea.

No caso de jornalistas que trabalham na área, ter uma rede de contatos (ou networking) faz parte do processo de assessoria de imprensa. Quanto mais colegas de profissão você conhece, mais tem chance de emplacar um release interessante que gere valor à empresa em que trabalha. 

Lembre-se: em caso de situações adversas, como uma crise institucional, a boa relação também é extremamente válida. Bons assessores de imprensa terão mais tempo, tranquilidade e experiência para escolher a melhor decisão na defesa da imagem da marca.

Outras atuações e conclusão

Investir numa assessoria de imprensa é investir no futuro de sua empresa. O assessor precisa ser um profissional com visão e presença constante nos processos internos.

Nesse sentido, o clipping (ou monitoramento de mídia), também é uma das responsabilidades desse profissional. Aqui no blog temos  um post que explica melhor sobre esta importante ferramenta da assessoria de imprensa.

Por fim, se relacionar com a mídia é também se relacionar com o mundo e com o seu público. E claro, com futuros clientes. Por isso, o assessor de imprensa é fundamental em comunicações corporativas. 

0 9
Redação FC

Deixe uma resposta