Relatórios de Sustentabilidade geram diferencial competitivo para as organizações

No cenário mundial de hoje, em que progressivamente as pessoas, a sociedade e as empresas estão atentas para a importância do crescimento e da evolução por meio do desenvolvimento sustentável, o sucesso das organizações depende de uma nova forma de pensar e de um novo modo de gerir, uma vez que os resultados econômicos estão cada vez mais atrelados aos impactos socioambientais causados por suas decisões e ações.

Entretanto, ser sustentável não significa apenas ter iniciativas em prol do meio ambiente ou ter um forte investimento social. Significa também, e principalmente, ter a sustentabilidade na gestão, nas decisões e nas atitudes do dia a dia.

Publicar um Relatório de Sustentabilidade é uma das principais formas de uma empresa relatar e prestar contas à sociedade e ao mercado a respeito de sua atuação e de suas práticas para a sustentabilidade. É também uma maneira de arregimentar pessoas, entidades e demais empresas para a causa do desenvolvimento sustentável. Por meio desse reporte, as organizações e todos os seus públicos têm em mãos um instrumento que possibilita dialogar e implantar um processo de melhoria contínua do desempenho da empresa, rumo ao desenvolvimento sustentável.

Ou seja, o Relatório é um importante instrumento de comunicação e gestão. Um bom Relatório de Sustentabilidade, construído dentro de diretrizes claras, como as do Global Reporting Iniciative (GRI), é um diferencial importante para a análise da posição da empresa em seu mercado de atuação, além de ser um fator de valorização de suas ações. Investidores e consumidores (individuais ou institucionais) gostam de saber que a empresa destina recursos e esforços a projetos com baixo risco ambiental, alto valor social e lucratividade justa. Outro ponto relevante é que o Relatório ajuda a empresa a conhecer melhor os seus próprios pontos fracos e a identificar oportunidades de melhorias.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Ernst Ligteringen, presidente da GRI (Global Reporting Initiative), destacou importantes pontos:
– Os Relatórios de Sustentabilidade são um meio de informação cada vez mais demandado pela sociedade para conhecer a realidade das empresas.
– O Relatório deve estar verdadeiramente integrado à estratégia de negócios da empresa.
Das 250 maiores empresas do mundo, cerca de 80% produzem relatórios. O Brasil é o líder em publicações na América Latina, com mais de 60 relatórios anuais de sustentabilidade.
– Pesquisas indicam que 82% das pessoas formam uma imagem mais positiva da empresa quando encontram informações sobre sustentabilidade em relatórios.

 

A Fábrica de Comunicação é uma das agências do sul do país com certificação do Instituto Ethos para atuar com a metodologia GRI. Um trabalho cuja elaboração exige um mergulho nas profundezas da organização, para não só divulgar compromissos e ações socioambientais, como melhorar a gestão, a estratégia e o desempenho da empresa.

 

(matéria original no site HSM Management:www.hsm.com.br)

 

0 36

Deixe uma resposta